spot_img
InícioEmpreendedorismoTipos de ambiente de trabalho

Tipos de ambiente de trabalho

Ambiente de trabalho, etimologicamente falando, vem do latim “ambiens”, que significa “que rodeia”, junto à palavra trabalho. Esta é a atividade produtiva do indivíduo que deve ser remunerada pelo salário.

Ou seja, é o conjunto das condições nas quais a pessoa realiza suas funções. Porém, existem diferentes tipos de ambiente de trabalho que podem ser aplicados em uma organização.

De modo geral, no ambiente de trabalho, ficam os líderes e os colaboradores operacionais, mesmo que ocupando diferentes áreas e setores. Também é nele que as pessoas se reúnem para traçar estratégias e encontrar soluções (quando o trabalho não é desenvolvido em sistema de home office).

A estrutura desse ambiente varia conforme a própria atividade da empresa, influenciando na distribuição e tamanho do espaço.

Porém, antes de mais nada, é importante pontuar que, mais do que a formatação física, é preciso oferecer um ambiente de trabalho saudável. O ambiente de trabalho ideal é aquele que proporciona satisfação ao seu pessoal, favorecendo a produção de resultados.

Em outras palavras, o ambiente de trabalho é um impulsionador direto do desenvolvimento laboral do profissional.

Descubra aqui quais tipos de advogados existem

Construindo um ambiente de trabalho favorável

De nada adianta um ambiente bonito e moderno se a equipe que trabalha nele não está satisfeita. A construção de um ambiente de trabalho saudável é fruto do comprometimento tanto da empresa quanto do colaborador, uma vez que as duas partes constroem o clima organizacional.

A identificação dos diferentes tipos de ambiente de trabalho que as duas partes esperam e se correspondem é chamada de fit cultural.

Entretanto, para facilitar o entendimento do impacto que cada um tem na construção do clima organizacional, o ambiente de trabalho deve ser favorável.

Sendo assim, além de conhecer a cultura da organização, é bom observar como se desenvolve o trabalho na rotina, analisando fatores como:

  • comunicação clara, transparente e objetiva
  • clima organizacional
  • equilíbrio
  • respeito à inclusão e diversidade
  • equipe engajada e unida

A estrutura física do ambiente de trabalho

As atividades desenvolvidas pela empresa, bem como sua quantidade de colaboradores, vai definir como será a estrutura do ambiente de trabalho. Na prática, isso significa que algumas organizações demandam espaços maiores, enquanto outras funcionam bem em ambientes menores.

Também pode haver variação entre os departamentos. Por exemplo, enquanto o call center precisa de baias, o espaço de criação deve ser aberto.

A parte física também precisa considerar o conforto proporcionado aos profissionais, limpeza, equipamentos adequados, iluminação e até mesmo as cores. Condições de higiene e segurança são regulamentadas por leis e normas de trabalho, sob a pena de autuação à empresa.

Saiba o que é Lean Startup

Tipos de ambiente de trabalho

Cada organização adota o ambiente mais adequado ao tipo de atividade, abrindo espaços mais colaborativos, escritórios individuais, baias, entre outros arranjos.

Cada vez mais empresas têm aderido ao sistema de home office, no qual funcionários trabalham de casa, desde que tenham telefone, computador e internet à disposição.

É importante observar uma tendência a inovações do ambiente de trabalho, no intuito de sair do convencional.

Segundo a Herman Miller, uma empresa de mobiliário multinacional que atende mega empresas, como Facebook e Google, existem modelos de ambiente que potencializam a produtividade, sem isolar o colaborador.

Baias em Colmeia

O modelo colmeia é uma forma avançada das baias, com a diferença de permitir a troca de ideias e colaboração. A interação é possível a partir da divisão por vidro e disposição dos colaboradores lado a lado ou frente a frente.

Assim, tem fim a digitação solitária ali, no seu cantinho ou divisão dos diferentes tipos de ambiente de trabalho.

Modelo Clubhouse

Aqui, a ideia é preservar a privacidade dos colaboradores sem, no entanto, impedi-los de colaborar uns com os outros. O modelo é ideal para empresas que concentram um grande número de funcionários no mesmo setor.

Jump Space

No modelo jump space, a empresa dispõe os colaboradores em uma grande mesa, sem divisão por baias. Assim, a interação flui melhor. É um modelo bem comum nos espaços de coworking, espaço colaborativo no qual diferentes empresas compartilham o mesmo ambiente de trabalho.

Espaços de descanso

Todo mundo sabe que, ao longo da jornada de trabalho, a cabeça literalmente “trava” e não sai nenhuma ideia. Por isso, é importante dar um intervalo para respirar e recobrar a concentração.

As empresas investem em separar um espaço para descanso nos diferentes tipos de ambiente de trabalho, inclusive para os funcionários que precisam almoçar por lá mesmo. Veja exemplos.

  • Sala da soneca: ambientes de relaxamento após o almoço e descanso, especialmente após o almoço. Pode ser uma sala com televisão, sofás e pufes ou um espaço aberto aproveitando os jardins da empresa.
  • Espaço de leitura: se possível, reserve um cantinho da leitura, com títulos de temas e tipos diversos. Além de distrair e relaxar, vai ampliar o vocabulário dos colaboradores.
  • Ambientes abertos: esse vale tanto para uma sala de reunião a céu aberto quanto para o relaxamento. Na verdade, é um modelo adotado, por exemplo, pelo Google e algumas empresas brasileiras. Ambientes mais despojados tendem a influenciar na produtividade. Imagine trabalhar em um local como a Maurício de Sousa Produções, topando com a Mônica e sua turma até no café?

Você conhece a ferramenta 5S?

A ferramenta 5S surgiu no Japão, no período pós-Segunda Guerra, com o objetivo de combater os desperdícios. Pode ser aplicada no ambiente de trabalho para aumentar a eficiência, uma vez que se baseia nos seguintes princípios:

  • Seiri (classificar): separar o que é útil do que é inútil para descartar
  • Seiton (organizar): arrumar os materiais e equipamentos para facilitar o acesso
  • Seiso (limpar): literalmente, tirar e evitar a sujeira, mantendo o ambiente limpo
  • Seiketsu (padronizar): padronizar cada etapa de organização, inclusive dos itens
  • Shitsuke (manter): manter e seguir o padrão adotado

A organização e adoção de um ou mais dos diferentes tipos de ambiente de trabalho depende da atividade e disponibilidade da empresa. Mas, certamente, influenciará de maneira positiva no engajamento da equipe e, consequentemente, nos resultados e produtividade.

Posts Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

EnglishPortugueseSpanish
- Publicidade -

Mais Populares